Tempo de MulherTempo de MulherCadastre-se
Tempo de Mulher
Por REGINA RACCO, Tempo de Mulher

Clitóris, você precisa conhecer!

REGINA RACCO: "Conhecer esta região é indispensável, tanto por suas proprietárias quanto pelos seus consortes".


Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Por REGINA RACCO

Mais uma matéria para ler a dois e com toda a atenção. Embora sejam os homens, os grandes desconhecedores dessa região mágica e única da anatomia feminina, muitas mulheres também não estão assim tão bem familiarizadas como deveriam. Certa vez, uma aluna, em um dos meus cursos de ginástica íntima, desabafou:

“- Gostaria de não ter clitóris, assim poderia apreciar muito melhor o verdadeiro sexo, o vaginal.”

Nada mais absurdo. Tudo bem que em algumas publicações de Freud ele se referia ao clitóris como o ponto de prazer não maduro das mulheres e que a verdadeira maturidade estava no orgasmo produzido pela penetração.  A crença de que no sexo feminino há um orgasmo vaginal e um outro orgasmo - que acontece na região do clitóris - foi apresentada pela primeira vez por Sigmund Freud. Na época, a ideia foi criticada por feministas, como Ellen Ross e Rayna Rapp que afirmavam ser uma "clara percepção masculina do corpo feminino".

Em 1905, Freud argumentou que o orgasmo clitoriano era uma espécie de fenômeno que ocorria em adolescentes, e após atingir a puberdade a resposta sexual adequada das mulheres maduras mudava para o orgasmo vaginal. Freud nunca apresentou nenhuma prova sobre essas suas observações. Mas, provavelmente, essa teoria serviu para intensificar ainda mais o sentimento de inadequação de muitas mulheres quando não conseguiam atingir o orgasmo através da relação vaginal, envolvendo pouca ou nenhuma estimulação clitoriana. Fato que ocorre até hoje com inúmeras mulheres que, assim como a minha aluna, se sentem frustradas por não alcançarem o tão sonhado orgasmo “vaginal”.

Sendo que, como disse anteriormente, é impossível excluir a estimulação do clitóris quando ocorre a penetração. Portanto, orgasmos intensos, onde se percebe claramente vir do interior da vagina, têm também a “colaboração do clitóris”. Afinal, ele está ali... presente e sendo estimulado, mesmo que indiretamente, o tempo todo. É ele o principal órgão de prazer da mulher, e isso é um fato definitivo.

A partir disso, podemos dizer que o pleno conhecimento garantirá à mulher seus mais prazerosos orgasmos. E o homem, que como um maestro souber tocar esse ponto, ganhará o título de grande amante. Até porque, mais da metade de uma boa transa está na forma com que este minúsculo pontinho é tocado.

Conhecer esta região é indispensável, tanto por suas proprietárias quanto pelos seus consortes. E por mais que se conheça hoje, ainda há muitos ‘mistérios’ sobre o clitóris a serem desvendados, a começar por seu formato, que se assemelha a um pênis (o botãozinho parece com a glande). A continuação deste ‘pênis’ é interna e pela penetração do dedo na vagina podemos pressioná-lo. O chamado, aclamado e controvertido ‘Ponto G’, é parte deste segmento interno, basta seguir o desenho para se perceber claramente isso. O extremo prazer ao se tocar esse ponto não se parece, afinal, com o prazer do toque no próprio clitóris?

Além de se estender para o interior, devemos saber que ele é composto por várias partes, incluindo um capuz, eixo e bulbos. Possui mais de 8 mil terminações nervosas em seu capuz e mais de 15 mil em toda a área pélvica. Assim fica fácil entendermos o enorme potencial de prazer que ele contém!

E quem melhor que a própria mulher para desvendar esse seu mistério particular e depois revelá-lo ao seu amor? Quando falei do ponto G, em outra matéria anterior, expliquei exatamente isso. É muito mais fácil para a mulher procurá-lo para, posteriormente, passar essa informação verbalmente ou até mesmo pela melhor colocação do corpo ao homem. Com relação ao clitóris, não é diferente!

Autoconhecimento, esse é o segredo das mulheres mais bem resolvidas sexualmente que conheço e você também pode ser uma. Seu corpo é seu local de estudo, portanto, aprimore-se. E você, homem, use esse templo de conhecimento para se tornar expert na arte de amar. Juntos, vocês conseguirão ampliar o prazer a um limite antes inimaginável.

Ficou curiosa para saber como desvendar essa região tão prazerosa?

CLIQUE AQUI PARA LER AS MINHAS DICAS!

* Regina Racco é professora de ginástica íntima e autora dos livros "O livro de Ouro do Pompoarismo", "A Conquista do Prazer masculino" e "Pirulito e Outras Delícias", "Sexo para mestres na arte da sedução" e "Poder sexual e qualidade de vida" (esgotado). 

LEIA OUTRAS COLUNAS DA AUTORA:

Sexo oral liberado!

Cozinha sexy

Beija mais, viva mais!

Cultive o egoísmo

Eu e meu mau humor

S.O.S: relação em perigo!

A arte da reconquista

Ano Novo, relacionamento novo!

Faxina emocional para o Ano Novo 

Um Natal sem vergonha

Sexo, o homem no comando

Sexo com sabor de chocolate

Amantes secretos

Cuide bem da sua região íntima

Siga o Tempo de Mulher nas redes sociais: Facebook / Twitter

0Comentários

vídeos

MSN Brasil no Facebook

para cimapara baixo

msn fotos

Você usaria estes sapatos bizarros?(©Reuters/Rex Features)
Você usaria estes sapatos bizarros?

Você já viu?

  • Profissão perigo

    Limpadores de janelas arriscam suas vidas trabalhando nas alturas

  • Cena quente

    Casal de atores de 'Império' abusa da sensualidade

  • Nova musa do UFC

    Felice Herrig faz ensaio sensual antes de estreia no octógono

  • Moda das ruas

    Veja como estilistas têm se inspirado nos looks da população anônima

  • Pintura tecnológica

    Aquarelas animadas em 3D de Aaron Becker são espetaculares; conheça

Shopping