Tempo de MulherTempo de MulherCadastre-se
Tempo de Mulher
Por Redação, Tempo de Mulher

Primos podem casar e ter filhos?

Para psicólogo, a relação afetiva entre primos é tratada com preconceito pelas famílias. Para especialista em Reprodução Humana, filhos de primos podem nascer com problemas se houver doenças genéticas na família.


Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Da REDAÇÃO

Tudo começou como uma amizade natural entre primos. Unha e carne, a parceria entre eles cresceu para uma paquera inocente na infância e esse sentimento evoluiu para o namoro na adolescência e até mesmo a possibilidade deles casarem um dia. É o caso de Helena (Julia Lemmertz) e Laerte (Gabriel Braga Nunes) na novela "Em Família", onde ambos viveram um romance apesar de serem do mesmo sangue.

Mas, por causa do ciúme doentio de Laerte no passado, a relação entre os primos foi para o brejo, mas ele, até hoje, nunca esqueceu o amor que sente pela prima e da relação dos primos nasceu Luíza (Bruna Marquezine), sem problemas de saúde. Além disso, a relação entre os primos gerou graves desavenças nas famílias que só se resolverão ao longo da novela.

Do ponto de vista comportamental, explica a psicóloga e terapeuta familiar Cristiane Pertusi, as relações afetivas entre primos podem ser comuns dependendo do tipo de proximidade e convivência que eles têm, ou seja, quando primos muito próximos crescem com proximidade e afeto que podem ser confundidos por afetos de outra natureza durante a adolescência.

A adolescência, observa Cristiane, que é um momento de primeiras experiências e de insegurança, mas também de querer aventurar-se em terrenos menos permitidos, podem ser alguns fatores que favoreçam com que primos muito próximos vivam no familiar suas primeiras relações afetivas. "Assim, quando chegam à juventude, essas pessoas têm uma limitada convivência social e, portanto, suas primeiras experiências afetivas podem ocorrer com aquele primo ou prima mais próxima do qual já tem um vínculo afetivo e no ambiente que é mais seguro", analisa a terapeuta.

A psicóloga clínica pela USP, Triana Portal, entende que há um preconceito sobre o assunto. "Remete a ideia de incesto, de proibido, principalmente na sociedade ocidental-cristã. Há também o medo de mal formações genéticas em filhos entre parentes", analisa.

Para o psicólogo especialista em relacionamentos amorosos, Thiago de Almeida, além das famílias encararem que uma relação dessa possa gerar filhos com "problemas genéticos", elas também acreditam que um relacionamento "família com família" pode trazer desentendimentos e brigas futuras entre parentes como é o caso de Helena na novela "Em Família".

"Na maioria dos casos, os problemas mais comuns são em relação à genética e o fator 'pecado'. Mas existem muitos casos onde as famílias não se entendem e os pais proíbem o relacionamento entre os primos. Há também os problemas religiosos. Muitos acreditam ser um 'pecado' casamento entre primos", explica Thiago, considerado o maior especialista em relacionamentos amorosos pelo American Biographical Institute (ABI).

E os filhos de primos nascem com problemas? Sobre este fato, Thaís Domingues, especialista em Reprodução Humana da Clínica Huntington, explica que o risco existe se há doenças genéticas na família, mas é necessária uma avaliação detalhada. "O risco existe se há na família alguma alteração conhecida. Se naquela família existe o risco para o mal de Huntington, por exemplo, que sabemos que é uma doença genética transmissível, o ideal é fazer uma pesquisa nos dois para ver se eles são portadores dessa mutação e avaliar se há o risco", explica Thaís.

A questão é que todos os casais, seja eles primos ou não de primeiro grau, podem gerar filhos afetados por problemas de origem genética. Segundo a Sociedade Brasileira de Genética Médica, para aqueles que não são da mesma família, o risco é de aproximadamente de 3%. Mas, se o casal tiver códigos genéticos parecidos e defeituosos, e isso ocorre mais frequentemente se forem primos de 1º grau, a chance de ter um filho com uma doença recessiva aumenta para 6% a 8%.

CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR LENDO SOBRE O ASSUNTO!

Já curtiu a FANPAGE da Ana Paula Padrão no Facebook? Clique AQUI

Siga o Tempo de Mulher nas redes sociais: Facebook / Twitter

21Comentários
4/mar/2014 08:26
avatar
Eu e meu primo temos 3 filhos lindos.Rodrigo e Ricardo (gêmeos) e Rafael.
10/mar/2014 21:33
avatar
Meus pais são primos e tiveram 4 filhos perfeitos e com saude
8/mar/2014 21:34
avatar
Até o século 18 na Europa era mais normal se casar com primo do que com pessoas de outra família. Quer dizer, isso é um fator cultural, que varia em dois fatores, tempo e local. 
16/mar/2014 22:45
avatar
Meus pais são primos carnal..tem 5 filhos, perfeitos ...com uma saúde de ferro.
17/mar/2014 00:33
avatar
Meu irmão é casado com minha prima legitima e tem outros primos casados e todos eles tem filhos perfeitos.
avatar
sou casada com meu primo de primeirissímo grau, minha mãe e irmã do pai dele, e temos uma filha perfeita que completa 12 anos em maio. Infelizmente não engravidei mais, o motivo ainda não sei, mas não desistimos e quero mais um que tenho certeza que será perfeito como a primeira. Ah, detalhe, meus pais são primos também, somos em quatro irmãos, e todos com plena saúde.
16/mar/2014 23:43
avatar
Meus avós paternos eram primos e tiveram 7 filhos perfeitos. Na 2ª geração, mais 2 casais de primos se casaram e tiveram filhos também sem problemas.
17/mar/2014 01:43
avatar
Tenho uma prima que é casada com um primo dela, eles tem três filhos, uma menina e um menino, nasceram com um problema ... eles não tem cabelos em nenhuma parte do corpo, a mais velha que tem 12 anos tem poucos fios na cabeça e não tem sobrancelha, o  menino por ser mais novo ainda não tem nada, os médicos dizem que o problema ocorreu pelos pais serem primos, mas não informou o nome desse problema e não soube informar nenhum tipo de tratamento. Já a terceira filha que deve ter por volta de um ano, nasceu normal.

17/mar/2014 01:25
avatar
A única diferença é que tem mais chances e nascer filhos com problemas do que casais sem parentesco.
17/mar/2014 02:39
avatar
A questão não é filhos perfeitos ou não. Se fosse fulana e fulano ambos primos, sendo é claro, Deus quem permitiu o nascimento de ambos, os puseriam como primos no mundo, se os quisessemm casados? De certo que não. Mas fazemos da forma que queremos. Depois perguntamos, porque sofro  tanto nessa vida? e não sabendo que é das besteiras que fazemos. Não é assim?
Reportar
Ajude-nos a manter uma comunidade saudável e vibrante relatando qualquer comportamento ilegal ou inadequado. Se você acredita que uma mensagem viola o Código de CondutaUse este formulário para mandar uma notificação aos moderadores. Eles vão investigar sua denúncia e tomar as ações apropriadas. Se necessário, eles podem inclusive reportar atividades ilegais para as autoridades competentes.
Categorias
Limite de 100 caracteres
Are you sure you want to delete this comment?

vídeos

MSN Brasil no Facebook

para cimapara baixo

Você já viu?

  • Eleições 2014

    Candidato mais rico de todos declarou ter meio bilhão; conheça os mais endinheirados das urnas

  • Vilã vira meme

    É a vez de Cora! Vilã da nova novela das 21h, 'Império', vira sucesso nas redes sociais; veja

  • Virou piada!

    Dunga mal voltou para a seleção brasileira e já é alvo de piadas nas redes sociais; veja as melhores

  • Sexo

    Ginástica íntima ajuda no sexo depois do parto; corpo muda e posições reduzem o desconforto

  • Carros

    Salões de automóveis trazem carros do futuro; veja novidades que logo devem surgir nas ruas

Shopping