Tempo de MulherTempo de MulherCadastre-se
Tempo de Mulher
Tempo de Mulher | Por Karina Costa, Tempo de Mulher
Alienação parental: a lei é para proteger a criança

Como denunciar



Como denunciar - 9 (© Foto: Thinkstock)
Próxima
Anterior
Anterior
  • Difamar o ex-parceiro atinge a criança - 8 (© Foto: Thinkstock)
  • Como denunciar - 9 (© Foto: Thinkstock)
  • Punições para quem difama o ex-parceiro - 10 (© Foto: Thinkstock)
  • Punições para quem difama o ex-parceiro - 11 (© Foto: Thinkstock)
  • Pense no bem do seu filho antes de difamar o ex - 12 (© Foto: Thinkstock)
  • Cuidados com a criança - 13 (© Foto: Thinkstock)
Próxima
Foto: ThinkstockMOSTRAR MINIATURAS
Anterior9 de 13Próxima
Compartilhe as fotos nas redes:

Quem pode fazer a denúncia de Alienação Parental?

“O adulto que se sentir vitimado é quem deve procurar seu advogado e denunciar esse fato para a Justiça. E é uma situação fácil de identificar: se quem detém a guarda sente que o filho volta agressivo com ele depois da visitação, se há a descoberta de que um dos pais enche a cabeça da criança contra o outro, se um dos responsáveis faz de tudo para que a visitação seja cancelada alegando que o filho tem festas ou viagens para ir, entre outras situações.

Quando o processo é aberto, o juiz vai designar perícia sócio-psicológica feita por especialistas para que ajudem a detectar se realmente o problema está ocorrendo, pois, às vezes, é uma mentira que um dos pais está inventando para tentar atingir o ex-parceiro. O vitimado pode denunciar o fato e anexar no processo de divórcio, caso esteja passando por isso”, segundo Dra. Gladys Zara.

Publicidade
14Comentários
29/abr/2013 17:16
avatar
Meu ex-marido não liga pra saber das crianças e raramente eles perguntam pelo pai. Faz quase dois meses que ele não aparece aqui em casa. Sei que está vivo, pois sua mãe me informou, mas não quer me dizer onde ele está. Não me interessa onde ele está, eu só queria a ajuda, porque afinal de contas eu não fiz três filhos sozinha. Infelizmente existe muito "homem" assim. Eu nem toco no nome dele pra crianças não lembrarem que ele existe e que sofram por isso. Não falo mal, mas também não falo bem. Tenho um menino de 12 anos que nem quer saber dele e o pior é que o pai acha que eu faço a cabeça do menino. Não preciso abrir minha boca pra falar nada, só pelas atitudes meu filho vê quem está certo e quem está errado.
29/abr/2013 15:37
avatar

Alienação parental é uma coisa que acontece muito e a justiça pouco faz, conheço um caso que a pessoa não vê o filho a muitos anos...

29/abr/2013 17:51
avatar
Tenho uma filha de quase 10 anos o pai dela foi embora pra Espanha quando ela tinha 1 ano de idade , no primeiro ano dele la ele mandou a pensão dela 3 ou 4 vezes e depois de tempos em tempos a mae dele q tbm morava la mandava uns presentinhos, mas nenhuma ajuda, hj ele ainda vive la chegou a vir para o Brasil mas minha filha não quis ver ele, pois mais de 8 anos sem dar sinal de vida, não faço questão que ela conviva com ele ou veja ele, pq quando ela mais precisou ele simplismente sumiu, nunca ligou nos aniversários dele, nunca tentou se aproxima , nem um vinculo amoroso, então hj depois de crescida, ele vem com aquela cara de **** dizer q é pai, sem nunca ter ajudado, e nas vezes q ela estava no hospital doente, eu precisando de dinheiro pra compra remédios, e quando pedi ajuda que nunca veio, quem é ma~e solteira sabe oq estou dizendo, mas graças a Deus eu tenho familia, se meus pais e minha irmão não tivessem me ajudado, eu nem posso imagina como seria a minha situação, enquanto aqle vagabundo tava na espanha enchendo a cara, curtindo a vida, ganhando dinheiro em EUROS, e eu me ferrando pra dá conta de trabalha e cuida da minha filha, vivendo com o minimo, e aqle safado irresponsavel, fugindo das responsabilidades, axo muita sacanagem essa lei, minha filha vai cresce sabendo da verdade, e ela vai decidir se quer ou não algum tipo de convivencia com aqle fdp... 
5/mai/2013 21:15
avatar
Na primeira oportunidade de expor o problema, colocam o pai, se não bastasse ele sempre ser atacado e  somente consultado a respeito de valores, muitas mães usam os seus filhos "amados" como instrumento de vingança pelo fim de um relacionamento, não pergunte ao pai nem a mãe mas sim a criança que sofre por isso se eles tivessem a capacidade mental de se por no lugar do filho com certamente ficariam imparciais e deixariam os filhos tirar as próprias conclusões. Quando uma separação acontece com os filhos criados a reação do filho em relação ao pai é muito diferente da reação de uma criança sem personalidade formada e influenciável da só uma olhadinha nessa ong pois se você sofre ou pratica a Alienação Parental mais cedo ou mais tarde se voltara contra você e pode ter certeza da pior maneira possível. Proteja seu filho! Mesmo que isso signifique protegê-lo de você mesma!

7/mai/2013 11:09
avatar
Edselma faço minha suas palavras, tenho um ex-marido igualzinho ao seu, sem presença e sem contribuição financeira. Uma lástima de homem.

avatar
Meu filho, pai da Nicolle, eu e meu marido sofremos alienação parental há seis meses. A mãe da Nicolle a está usando como arma para se vingar  do ex-marido. O problema da munick (mãe da Nicolle) e do Marcos Lucas (pai da Nicolle) não pode interferir na vida da menor Nicolle, deve ser enfrentado e resolvido por eles. Existe ex-marido, mas não existe ex-pai. Só que o pai está há seis meses sem ter nem notícia da filha, eu e meu marido estamos o mesmo tempo sem contato nenhum com a Nicolle e nada se resolve. Enquanto isso minha neta continua convivendo apenas com a família materna e a família paterna sofrendo e perdendo a saúde por conta desse acontecimento. Não sabemos mais o que fazer, estamos de mãos atadas, pois nem a justiça está dando o devido valor para o caso, não está se importando com o prejuízo  do desenvolvimento emociona da pequena Nicolle. Nem a própria mãe está se preocupando com isso, mas eu estou muito preocupada, pois ela era muito apegada ao pai e hoje, talvez, nem o reconheça mais. Essa marca vai ficar para sempre na mente da Nicolle e receio problemas futuros. Já implorei para a mãe de nossa neta Nicolle  deixar-nos revê-la, mas ela não consegue ter consciência do mal que está nos fazendo e o mal maior que está fazendo à Nicolle. Que Deus nos ajude a rever a Nicolle, pois Ele é justo e sabe que não merecemos essa alienação. A mãe da Nicolle também sabe disso, mas por pura vingança continua persistindo m nos prejudicar. Nem sei por qual motivo, pois ela sempre foi muito querida por todos nós. Acabou o casamento, mas não deveria acabar a amizade, a gratidão.
22/jul/2013 17:50
avatar

Eu sou pai de duas criancas maravilhosas.  Me separei no inicio do ano de 2012 e tentei muito reatar meu casamento. Nao houve jeito e nos separamos com a guarda compartilhada.

Semana passada, minha ex descobriu que eu e minha atual estavamos esperando outro bebe.

Ela me ligou, me infernizou, e começou a falar para as crianças que eu nao seria mais o pai delas, que eu nao amkaria mais elas.

No mesmo dia ela me trouxe as crianças e os pequenos falaram comigo em choros porque eu nao seria mais o pai deles e se eu nao os amaria mais.

Conversei com os pequenos que tem 6 e 4 anos e disse que isso era mentira e que eles sempre seriam meus filhos, que eu sempre amaria eles no minimo do mesmo jeito que os amo hj.

Ontem, falando com minha filha pelo telefone, ouvi novamente ela me questionar sobre eu ser o pai dela. Qdo perguntei quem tinha dito, ela falou a Vovo!

 

Faço todas minhas obrigações determinadas pela justiça, alem de oferecer suporte a todos os gastos que ela tem com as criancas.

 

Queria um conselho para tentar acabar com isso sem submeter as criancas a maiores transtornos.

 

Alguem pode me ajudar?

29/abr/2013 19:05
avatar
É,pra começo de conversa, é sempre isso a mãe sendo sempre culpada por td. Os homens querendo achar uma valvula de escape pra não assumir as responsabilidades,até quando poderemos aguentar isso! O homem tem obrigação   compartilhar dos problemas e dificuldades de nossos filhos,das alegrias e tristezas e tb comparecer financeiramente. Porque na hora de fazer precisou de duas pessoas logo,deverá precisar a vida toda,o homem acha que deve ficar tudo nas costas da mulher e não é assim que funciona. Lamentávelmente as vezes nos deparamos com uma separação,devido ao fato de não querermos tal vida a dois,mas se dessa vida a dois tivemos a experiência de ter filhos o casal tem que ter a consciência que esses filhos não pediram pra nascer e que obviamente vão fazer parte de nossas vidas pra sempre.
13/ago/2013 14:46
avatar
Minha filha tem 11 anos e nunca deixei de pega-la nos dias determinados pelo juiz, como está entanto em uma fase difícil, estou tento que dar alguns limites pra ela, como por exemplo: determinar tempo de internet, tive que excluir seu facebook feito pela mãe, pois o mesmo ja se encontrava com 105 fotos entre outros limites... Agora vejo que facilmente estou sofrendo uma alienação parental, pois minha filha tem se afastado com o consentimento da mãe.; Resumindo: Estou dando limites, sou um pai ruim, a mãe deixa fazer tudo e é considerada ótima... E agora, o que faço???
28/mai/2013 00:48
avatar
Meu caso é bem complicado, eu tenho a guarda dos meus filhos, mas meu ex quer de todas as formas pra ele, só que ele tem sérios problemas psicológicos e nenhuma estrutura de cuidar dos filhos, eu sempre colaborei pra que eles mantivessem o contato inclusive cedendo alguns dias a mais do que o estipulado em juízo. Só que meu ex não se conforma com o fim do casamento e faz de tudo pra me atingir, fica jogando meus filhos contra mim, ameaçando abaixar o valor da pensão que já é baixo, dizendo que eles vão passar fome, fala pra eles que quer voltar pra casa mas eu não deixo, logo eu sou a malvada, diz que eu deixei ele pq tenho um amante, o que é mentira, e quando é meu fim de semana ele sempre inventa passeios pra tirar eles de mim. E é assim: quanto mais tempo eles ficam com ele, mais difíceis eles voltam, principalmente o caçula que até está fazendo terapia com psicóloga, mas fico pensando que é em vão uma vez q o principal culpado é meu ex que fica tentando jogá-lo contra a própria mãe. Não sei o que fazer ou por onde começar, preciso proteger meus filhos dessa tortura psicológica, mas não tenho como pagar um advogado nesse momento e não queria que meus filhos passassem por esse processo de juiz e tals, mas não vejo outra solução. 
Reportar
Ajude-nos a manter uma comunidade saudável e vibrante relatando qualquer comportamento ilegal ou inadequado. Se você acredita que uma mensagem viola o Código de CondutaUse este formulário para mandar uma notificação aos moderadores. Eles vão investigar sua denúncia e tomar as ações apropriadas. Se necessário, eles podem inclusive reportar atividades ilegais para as autoridades competentes.
Categorias
Limite de 100 caracteres
Are you sure you want to delete this comment?

MSN Brasil no Facebook

para cimapara baixo

msn fotos

Foto: Caters
Lava atinge o mar após erupções

Você já viu?

  • Bebê real

    Príncipe George brinca e rouba os holofotes em sua primeira viagem oficial; confira as fotos

  • Reencontro

    Sandy canta música 'A Lenda' com Junior em show e ganha beijo na barriga do irmão; fotos

  • Grid Girls

    Gatas da Fórmula Truck roubam a cena na etapa de Curitiba; veja aqui mais de 100 fotos

  • Casa do futuro

    Veja tecnologias que estarão nas residências no futuro; sala pode ter até uma TV transparente

  • Especial Mães

    Gisele é exemplo de mulher, esposa e mãe; brasileira esperou a hora certa para ter seus filhos

Shopping

  • Kanui

    Alpargata Mrs Candy Colors Pink - M... - 4 x R$19,98

  • Beleza na Web

    Revlon Customeyes Shadow & Liner Pa... - 3 x R$16,97

  • Wal-Mart

    Liquidificador Oster Reversible BRL... - 9 x R$43,04

  • Ricardoeletro.com

    Câmera Digital Sony Cyber Shot DSC-... - à vista R$331,17

  • Lojas Colombo

    Cadence Divine 2200 SEC156 - 2 x R$37,45