De Mãe para MãeDe Mãe para MãeOferecido por Lifebuoy
Conselhos de MãeBlog da MarianaBlog da Ana

Álbuns de figurinhas: bons motivos para colecionar

Socializar com os amigos, aprender a contar, desenvolver a coordenação motora e interagir com os pais são alguns, veja outros bons motivos para deixar seu filho ter um álbum.

Por Ana Kessler 16/ago/2013 13:20

“Mãe, compra um álbum de figurinhas?”, pronto, está instaurada a polêmica. Mas de novo? Você não acabou de colecionar um? E nem completou! Qual personagem? Quem mais está fazendo, você vai ter com quem trocar as repetidas? Menina, álbum é só pra gente gastar dinheiro, não serve pra nada. E por aí vai. Eu já falei muitas dessas frases. Mas hoje eu mudei a forma de pensar. Vou contar por quê.

 

Motivo 1. Quando eu era criança, amava álbuns de figurinha. Amava, do verbo: “não posso viver sem”. Cada pacotinho aberto era uma lagrimazinha de emoção que escorria pelo canto do olho. “Essa eu não tenho!”, “É repetida, mas eu amo, não vou nem trocar!”, “Ai, que linda, minha amiga já tem e eu queria tanto”. Figurinhas aqueciam o coração. Faziam a alma sorrir. Era como colecionar felicidade.

 

Então, cresci e minha mente tornou-se adulta e pragmática. Pacotinhos viraram cifras e figuras repetidas, dinheiro jogado fora. Passei a olhar para um álbum como desperdício de tempo e papel. Um amontoado de páginas que rasgam, molham com a chuva e vão para o fundo do baú ou para o lixo. Mas espere... Tenho até hoje guardados como relíquia os álbuns que colecionei na infância, o da “Sarah Kay”, o “Bem Me Quer”. Tão lindos! Resolvi dar uma nova chance a mim mesma. Desendurecer. Esse é um dos principais motivos.

 

Motivo 2. Socialização. Trocar figurinhas é interagir com os amigos, aprender a negociar, barganhar, ceder. “Eu te dou duas por esta aí”, “Mãe, olha que legal, troquei uma ‘rara’ por três que ainda não tinha”. É uma vibração só. Por um tempo, o álbum é “o” assunto das rodinhas de crianças e seu filho se sente integrado, parte de um time, participativo. E feliz.

 

Como bem lembrou a Adri Teixeira, querida parceira de blog, álbuns são também excelentes para ajudar a criança a aprender a contar. É difícil para os pequenos entenderem que o número 97 vem antes do 103, pois o três não é menor que o sete? Com o folhear das páginas e a sequência dos cromos fica muito mais fácil de visualizar. As repetidas, eles contam quantas têm. É educativo, divertido. Esse é o motivo 3.

 

Motivo 4. Coordenação motora. Já tentou tirar o adesivo de trás do cromo? Então você sabe do que estou falando. Requer treino, paciência, destreza, foco. E depois colar no lugar exato, que desafio para a criança! Sai torto, fora do lugar, não faz mal, eles se sentem o máximo quando conseguem.

 

Motivo 5. Estímulo à generosidade. A Ana Bia volta e meia vem pra casa de mãos vazias porque deu de presente figurinhas a uma amiga que “já está quase completando” ou, ao contrário, estava iniciando o álbum e “ainda não tinha quase nenhuma”. Ela se comove com a causa alheia, está sempre pronta a ajudar. Fato é que a Bia tem um grande coração. Eu pago a conta. Mas acho lindo.

 

E o último desta lista positiva, não menos importante, é ser uma oportunidade de interação entre pais e filhos. Sentar, folhear o álbum juntos, ler as histórias, relembrar os personagens, imaginar qual figurinha completa aquela sequência e até desenhar no espaço em branco enquanto o cromo não vem. Momentos únicos. Você passa a vibrar junto com o filhote a cada página completada, a aguardar ansiosamente a ida até a banca de jornal, fica amiga do jornaleiro e de outras mães que estão na fila. A leveza se instala, o riso ressurge. Sua infância também.

 

E você, quais são os seus motivos contra ou a favor dos álbuns de figurinhas?

 

LEIA TAMBÉM:

 

- O quadro do bom comportamento

 

- A importância de pisar na terra

 

- Pequeno grande cidadão

 

 


4Comentários
avatar
Ah, Ana, lembrei mais um motivo: recordar! Quando eles crescem, como o meu filho hoje com 13, é uma delícia pra ele rever e reviver a coleção de quando era criança (!)
19/ago/2013 16:59
avatar
Super concordo!
E lembrei outro motivo:
Como eles ficam concentradinhos até tirar o papel de trás, encontrar o número e colar... Dão uns minutinhos de sossego quando a mãe precisa. E de um jeito muito mais interessante do que ficar babando na frente da TV
bjos
30/ago/2013 18:52
avatar

Oi Ana, tenho dois netinhos que moram na Bahia, a Mariana de 8 anos, e o Leonardo de 4 anos. A Mari adora a Violeta e com sua amiga, a Raquel, dançam e cantam (em espanhol!!!)  as musicas da VIoleta. Eu, assim que posso, ou a cada dois meses viajo do Rio para a Bahia para brincar com eles. Sim, náo preciso dizer que minha mala vai repleta de presentinhos e novidades.

Da última vez, comprei albuns da Violeta e algumas dezenas de figurinhas para a Mari e mais duas amiguinhas e foi um arraso de tanto sucesso! Sim, elas fazem exatamente o que voce falou. Como a Mari já está quase terminando o seu album e deu muitas figurinhas repetidas para a Raquel e para a Barbara, estas deixam a Mari abrir as figurinhas delas.  Uma gracinha ver as tres neste intercambio. Elas me fazem lembrar náo apenas a infância da minha filha, mas a minha própria. Hoje comprei no jornaleiro o album dos Transformers para o Leonardo, que ficava sempre atrás das figurinhas repetidas da irmã. Agora só falta ir para a Bahia novamente para ver a cara de felicidade dele pois o Transformers já vem com 260 cromos para colar. Bem, parece pelo menos mais barato! Afora que isto o deixará ocupado por algum tempo e minha filha poderá ter alguns minutos de sossego!

Beijos,

Lucia

30/ago/2013 18:51
avatar

Oi Ana, tenho dois netinhos que moram na Bahia, a Mariana de 8 anos, e o Leonardo de 4 anos. A Mari adora a Violeta e com sua amiga, a Raquel, dançam e cantam (em espanhol!!!)  as musicas da VIoleta. Eu, assim que posso, ou a cada dois meses viajo do Rio para a Bahia para brincar com eles. Sim, náo preciso dizer que minha mala vai repleta de presentinhos e novidades.

Da última vez, comprei albuns da Violeta e algumas dezenas de figurinhas para a Mari e mais duas amiguinhas e foi um arraso de tanto sucesso! Sim, elas fazem exatamente o que voce falou. Como a Mari já está quase terminando o seu album e deu muitas figurinhas repetidas para a Raquel e para a Barbara, estas deixam a Mari abrir as figurinhas delas.  Uma gracinha ver as tres neste intercambio. Elas me fazem lembrar náo apenas a infância da minha filha, mas a minha própria. Hoje comprei no jornaleiro o album dos Transformers para o Leonardo, que ficava sempre atrás das figurinhas repetidas da irmã. Agora só falta ir para a Bahia novamente para ver a cara de felicidade dele pois o Transformers já vem com 260 cromos para colar. Bem, parece pelo menos mais barato! Afora que isto o deixará ocupado por algum tempo e minha filha poderá ter alguns minutos de sossego!

Beijos,

Lucia

Reportar
Ajude-nos a manter uma comunidade saudável e vibrante relatando qualquer comportamento ilegal ou inadequado. Se você acredita que uma mensagem viola o Código de CondutaUse este formulário para mandar uma notificação aos moderadores. Eles vão investigar sua denúncia e tomar as ações apropriadas. Se necessário, eles podem inclusive reportar atividades ilegais para as autoridades competentes.
Categorias
Limite de 100 caracteres
Are you sure you want to delete this comment?
sobre a autora
  • Ana KesslerAna Kessler

    Publicitária e escritora, foi coordenadora do núcleo de internet do Jornalismo da TV Globo/RJ, editora dos portais femininos Bolsa de Mulher e Tempo de Mulher e é diretora da ONI Content, empresa de projetos de conteúdo para a web. Gaúcha de Porto Alegre, morou em Londres, Nova York, Rio de Janeiro e, agora, São Paulo. É mãe da Ana Beatriz, a "Ana Bê", 9 anos, uma menina faceira, carioquinha de nascimento, porto-alegrense de alma e paulistana de coração. Juntas, entregam-se com muito amor ao exercício de serem mãe e filha.

  • Mariana Della BarbaMariana Della Barba

    Antes era só jornalista, dessas curiosas, que não sossega. Depois que o Theo (5 anos) e a Liz (2 anos) nasceram, “piorou”. Adora ir atrás de lugares legais para levar os filhos – tanto que lançou o livro São Paulo com Crianças. É viciada em ideias e novidades ligadas à maternidade e ao mundo infantil. Tudo isso é registrado no blog Mãe da Rua, que nasceu quando o Theo ainda estava na barriga.

+ blogs: de mãe pra mãe
Outros blogs

Ana Kessler

  • Semana Mundial da AmamentaçãoSemana Mundial da Amamentação

    Amamentar é um ato de amor e, às vezes, de superação para a mãe. Mas os benefícios para o bebê são comprovados e ficam de herança para toda vida.

  • Geração de distraídos

    Começar e terminar uma tarefa é coisa do passado? Ouvir uma música até o final é sinal de resiliência? Foco é a palavra de ordem do momento: por mais ação e menos distração.

Mariana della Barba

Mariana Della Barba

FooterSaiba maisLifebuoyLifebuoy
  • O MSN Brasil não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste blog, que são de inteira responsabilidade do autor. De Mãe pra Mãe com Ana Kessler é um blog do MSN Brasil.